sábado, 14 de setembro de 2013

POEMA Nº 095 - TENHO PRESSA DE TE AMAR

Com vontade de você
Durmo e acordo.
Respiro-te...
Tenho pressa de te amar!
Como calar
Este desejo que grita em meu corpo
Roubando-me a sensatez!
Como calar esta alma escrava
Do teu jeito de amar,
Minha estupidez!!
Queria te envolver e te prender
Na teia das minhas pernas,
Não mais deixar você ir para longe de mim.
Amor sofrido, amor proibido,
Sem razão, sem sentido.
Paixão que entorpece e alucina
E me faz navegar feito menina
Na luxúria que é o teu ser
Jardim de delícias e prazer
Sem fim.
Ai, de mim que fico assim
Louca, a clamar por ti
Em mim.
Por este amor, perdi o juízo
Mas é este amor o que preciso
Para viver em paz.
Nada mais.


Autoria: Lavínia Andrill
Imagem: Internet
Arquivo: Mulher 154

Um comentário:

Seu comentário é muito importante para mim! Obrigada por comentar!