domingo, 1 de setembro de 2013

POEMA Nº 080 - POR QUE VOCÊ ESCREVE POESIAS?

(À guisa de um metaplágio de Orham Pamuk)

Porque eu cresci lendo poesias
Porque não consigo me relacionar com o mundo
De outra maneira
Porque acho encantador enfeitiçar palavras
Porque um dia me disseram que eu era poeta
Porque eu acredito que posso ser poeta
Porque meus amigos são poetas
Porque o  verso atiça a minha curiosidade
Porque a curiosidade me leva às palavras
Porque o mundo pode respirar melhor
Porque eu me imponho leituras
Porque eu me repito e a poesia aceita
Porque é uma forma de amar as pessoas
Porque é uma forma de eu atrair o amor
Porque há um vazio que não me cabe
Porque há uma ausência a se descortinar
Porque o silêncio soluça com o verbo
Porque o verbo é a minha carne que arde


Autoria: Assis Freitas
Imagem: Internet
Arquivo: Fantasias 31


Um comentário:

  1. Um belo poema que descortina a alma do Poeta! Compartilho com os amigos esta belezura do Poeta Assis Freitas, que, vira e mexe, utiliza-se de "metaplágios" para desaguar belas criações!
    Beijo, Poeta!

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante para mim! Obrigada por comentar!