quinta-feira, 5 de setembro de 2013

POEMA Nº 086 - SADO

Quero encontrar-te desprecavida
 E sobre o teu corpo lançar-me faminto
 Quero romper-te as entranhas
 E ver-te urrar de prazer
 Quero morder-te, sugar-te
 Degustar o teu acridoce sabor
 Ser teu algoz e escravo
 Em requintadas e suaves torturas
 E percorrer teus caminhos
 Atar-te, prender-te
 Perder-me em ti
 E, no aconchego do teu veludo/ventre
 Estocar-te doce e profundamente
 Sendo sobrepujado por obscenas carícias
 Quero sentir o teu poder de fêmea
 Morder teus seios
 Sangrar tua carne
 Suplantar-te, sublimar-te em gozos
 E, no teu corpo arfante gotejar meu suor
 Quero-te nos meus braços no depois
 E depois afagar-te os cabelos
 Lamber-te o pescoço
 E nos calafrios que te percorrem o corpo
 Sentir que novamente me anseias
 E dizer-te que sim...
 Que sempre...
 E muito...
 E mais!!!


Autoria: ARI COELHO
Imagem: Internet
Arquivo: SUB 3

3 comentários:

  1. O ato sexual, pra é algo feio de ser ver...não sou de ver filmes desse tipo.
    Sou mais de tocar e sentir. Seus poemas trazer recordações dos sentidos de forma poética.
    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, amiga Vall Nunnes. Em matéria de sexo, as pessoas são livres para o que melhor lhes aprouver, não é verdade? É uma questão de escolhas e preferências, aliás, como tudo na vida. A relação sadomasoquista é uma preferência de determinadas pessoas. Eu vejo isto pela ótica da normalidade. O que eu não aceito com relação a sexo, são certos tipos de parafilias, não apenas aquelas consideradas ilegais (estas nem pensar), como também outros tipos que, para o meu conceito, fogem da normalidade. Entretanto, excetuando-se os atos ilícitos, os demais, se consensual, é questão de quem os adota. Aceito o teu ponto de vista. E o respeito. Tudo é uma questão de preferências. Abraços, minha amiga e volte sempre. Gosto dos seus comentários!!!

      Excluir
    2. Complementando Vall, eu apenas não concordo contigo quando você diz que o ato sexual é feio de se ver. Para mim, o ato sexual é lindo! É divino! É vida! É pura poesia! O sexo, em suas diversas formas é a troca de energia, no dar e no receber prazer. É o despertar de intensas sensações. Para mim, o ato sexual pode ou não, ser acompanhado por sentimentos (amor, carinho, etc.). Mas, as sensações, o tesão, o prazer, o êxtase, estas, são imprescindíveis!

      Excluir

Seu comentário é muito importante para mim! Obrigada por comentar!