quarta-feira, 31 de julho de 2013

CANÇÃO Nº 026 - AVASSALADORA



TUDO! 
ABSURDAMENTE, TUDO! 
É ASSIM QUE DEVE SER O AMAR! 
AMAR, TEM QUE SER ASSIM: AVASSALADOR!
 E TEM QUE HAVER GRANDES DOSES DE LOUCURA, POR QUE RAZÃO, NÃO COMBINA COM O AMAR.
AVASSALADOR!

CANÇÃO Nº 025 - MEDO DE AMAR Nº 2



NÃO É PRECISO DIZER MAIS NADA!

 SÓ OUVIR E ... LEVITAR 

NUM PENSAMENTO OBSCENO E DELICIOSO...

POEMA Nº 037 - SOU FEITA SOB MEDIDA PARA TEUS CAPRICHOS


Sou teu favo de mel, teu anjo,
Tua escrava, tua senhora,
Sou tua santa, sou tua perdição.
Sou a senha para o teu prazer.
Sou teu grito de gozo, tua cigana, tua salvação.
Sou teu céu de estrelas,
Água de cachoeira que mata a tua sede.
Do jardim sou tua rosa que se faz vermelha para ti.
Sou teu beija flor,
Sou o mel da cana
Sacana pro teu amor
Sou o pecado da luxúria, sou pura tentação.
Sou mil rezas,
Sou tua rainha pagã, tua crença no amanhã
Sou teu leito onde te deitas,
 Teu encanto, teu feitiço, teu quebranto.
Tua estrada, teu destino, tua luta,
Teu desatino,
Tua dama
Tua puta.
Sou presa fácil aos teus caprichos,
Caminhos por onde te deleitas.
Sou teu paraíso e teu inferno
Teu passado e teu futuro
Sou teu porto seguro
Sou o mar bravio que abocanha a tua nau perdida
À deriva do meu ser
Sou feita pra você.
Sou o teu ser.
Teu verso e reverso
Sou você.
Somos sexo.



AUTORIA: Lavínia Andrill
Imagem: Internet
Arquivo: Casal 028

POEMA Nº 036 - SONHO NOIR DE UM ANJO CAÍDO



Andarilha das calçadas em noite escura
Meus passos em desalinho
Indo...
Sem saber para onde...
O vento frio da noite açoita
O meu rosto pávido e sombrio.
Perderam-se os meus trôpegos passos
Nas pedras da rua nua...
Abortados todos os sonhos e devorados,
Pela inexorável fome do Senhor Tempo
Que teima em deixar suas marcas
Neste corpo cansado
E vencido,
E covarde,
E entregue
Em culpas
E medos!
Anjo de asa quebrada,
Caído,
No nada...
Vivo de espectros de sonhos
Noir!




AUTORIA: Lavínia Andrill
Imagem: Internet
Arquivos: Anjos 1

CANÇÃO Nº 024 - TIME TO SAY GOODBYE



MAVIOSO!

POEMA Nº 035 - SOLIDÃO III


Bebo o mais puro vinho
Na taça da solidão
Vazia de mim mesma
Vazia de emoção
Brindo ao teu olhar profundo
Que ainda está em mim
Que me mostrou o mundo
Nas asas de uma ilusão
De um querer sem fim
E me deixaste com a solidão...
Solidão... companheira amara
Teima em não me abandonar 
Num vazio me larga
Sem rumo... a penar...
Solidão... criatura indigesta
Que me arrebata a alegria
Que me rouba a festa
E em triste agonia
Transforma esta minha vida
Em eterna melancolia...
Ah! Solidão! Por que não te vas?
De uma vez por todas: 
Deixa-me em paz!


AUTORIA: Lavínia Andrill
Imagem: Internet
Arquivo: Fantasia 027

POEMA Nº 034 - SOLIDÃO II



Ei,
 alma
 prisioneira!
Queimando
 imensa 
fogueira
No
 inferno
 da 
solidão...



Lavínia Andrill
Imagem: Internet
Arquivo: Bocas e Beijos/Boca 1

CANÇÃO Nº 023 - WOMAN IN LOVE



INTÉRPRETE: Barbra Streisand

BELÍSSIMA CANÇÃO!



MULHER APAIXONADA

A vida é um instante no espaço
Quando o sonho está destruído, fica um lugar mais solitário
Eu dou o beijo de despedida de manhã, mas bem no fundo
Você sabe [que] nós nunca sabemos o porquê.

A estrada é estreita e longa
Quando olhos encontram olhos e o sentimento é forte
Eu me afasto da parede, eu tropeço e caio,
Mas eu entrego tudo para você

Eu sou uma mulher apaixonada
E eu faria qualquer coisa
Para conseguir você dentro do meu mundo
E te manter lá no interior
É um direito que eu defendo
Sem parar
O que é que eu faço?


Com você eternamente meu
No amor não existe escala de tempo
Nós planejamos isso tudo no início
Que você e eu viveremos nos corações um do outro

Nós podemos estar oceanos distantes
Você sente o meu amor
Eu ouço o que você diz
Nenhuma verdade jamais é uma mentira
Eu tropeço e caio, mas eu entrego tudo para você.


POEMA 032 - SOLIDÃO I


Madrugada fria se avizinha...
Fecho os olhos, abraço-me
Buscando te sentir aqui comigo
Mas não estás.
E para o meu castigo
Apenas a solidão a me fazer companhia!
Nesta ânsia louca de querer tua boca
Na minha,
Beijo o travesseiro...
Tenho em troca 
Apenas a solidão que me sufoca
E já nem sei se és verdadeiro...
Ou, se apenas um devaneio,
Uma ilusão vazia...
E como ilusão, vens e somes
Deixando apenas a solidão
Nesta minha besta vidinha
No frio da madrugada
Que já se avizinha!




AUTORIA: Lavínia Andrill
Imagem: Internet
Arquivo: Mulheres 85





POEMA Nº031 - SENTIMENTALIDADES



Eram tantas sentimentalidades

A exaurir-lhe pelos poros...


Num alumbramento de si mesma, 

Entregou-se


Ao doce enlevo do nirvana

 de seus próprios horizontes...


Por que amar a si mesma

 é cumplicidade e completude!



Autoria: Lavínia Andrill
Imagem: Internet
Arquivo: Mulheres 13

terça-feira, 30 de julho de 2013

CANÇÃO Nº 022 - CHAMPAGNE!



Uma das musicas que eu mais adoro!

 M A R A V I L H O S A!

Tem um gostinho especial de coisa proibida!

 De amor proibido como a própria letra diz!

E o final, cantado em valsa... que vontade de levitar!!!!!

CANÇÃO Nº 021 - DONNA



Intérprete: LOS LOBOS.

segunda-feira, 29 de julho de 2013

POEMA Nº 030 - AROMAS E SONS

Sinto teus aromas, ouço teus sons
quando displicentemente navegas em mim.
Nau perdida em tempestade de quereres e entregas
A procura de um cais.
Arrebentação.
Marulho de ondas desaguando suores de sal,
sobre o meu sal.
E mel.
Tua imagem rasgando raios em meus olhos
Calam em meus lábios as palavras,
Neste convexo de nós dois
No secreto de suspiros e desejos
Onde só o gozo é permitido.
Nada separa nossos corpos...
Nem o desvão dos nossos pensamentos
Em teias, tresloucados. Emaranhados
Em vícios de amores e lubricidade.




AUTORIA: Lavínia Andrill
Imagem: Internet
Arquivo: Casal 19

domingo, 28 de julho de 2013

À MERCÊ

Anseio a palavra
Como uma náusea

Um engasgo 
A ser expelido

Pois por dentro
Atormenta a dor
Do querer existir




AUTORIA: Poeta Assis Freitas
Blog: http://mileumpoemas.blogspot.com.br/
Imagem: Internet
Arquivo: Fantasia 7

sábado, 27 de julho de 2013

CANÇÃO Nº 20 - DIO COME TI AMO



Quem, da minha geração, não sonhou, não namorou, não dançou, ao som desta canção!

 LA PIÙ BELLA CAZONE DEL MONDO: DIO, COME TI AMO!

POEMA Nº 029 - ALDRAVIA DE LUA DE PRATA E MEL

        
Lua
Crescente
Em
Nuvem
Azul
Contempla
Teu
Corpo
Nu.
Meu,
Tão
Teu.
Lua
Cúmplice
Se
Esconde
No
Vértice
Do
Amor.
Desperta
Em
Pétalas
De
Lua
De
Prata
E
Mel
Em
Gozos,
Risos ,
Sêmem,
Flor.


AUTORIA: Lavínia Andrill
Imagem: Internet
Arquivo: Mulher 105

CANÇÃO Nº 019 - Alcoba Azul



FRIDA KHALO!!! NÃO É PRECISO DIZER MAIS NADA!

quinta-feira, 25 de julho de 2013

POEMA 028 - TELEPATIA



Em precipícios intransponíveis,

Escondera-se a minha alma,

Esquivando-se da tua.

Mas que bobagem isto...

Se nos comunicamos por telepatia!



Autoria: Lavínia Andrill
Imagem: Internet
Arquivo: Fantasia 028

POEMA Nº 027 - ALMA AVENTUREIRA



Alma alada, criando asas,

Voando por universos

jamais permitidos...

Alma inquieta, alma selvática,

O mundo em que vives não te basta?

Alma aventureira, alma lasciva,


Alma inconsequente, alma leviana,

Cuidado com os teus precipícios,

Alma exagerada!

Alma hipertímica,
retoma o teu estame!



Autoria: Lavínia Andrill
Imagem: Intrnet
Arquivo: Diversos/Abrindo Portas

CANÇÃO Nº 017 - ONLY YOU





Não é um sonho, esta melodia? O que você sente quando a ouve? Sente-se como a flutuar por entre nuvens brancas e rosas vermelhas, ou um ótimo vinho sendo derramado por todo o seu corpo e, sofregadamente, sugado pelo seu amor? É assim que me sinto quando ouço Only You, nas vozes maravilhosas do THE PLATTERS - Lavínia Andrill

POEMA Nº 026 - FANTASIAS


Fantasias selvagens
Conduzem nossos corpos
E a alma se alegra e se entrega
Prazer absoluto, magia
Relâmpago rasgando a noite
Iluminando sonhos de pura lubricidade
Nós dois, depravados,
No recôndito do nosso ser revelados
Violando a quietude da madrugada!
Corpos sedentos de toques profundos
Sentidos entorpecidos
Da mais pura luxúria dos deuses pervertidos
Em desejos carnais, perdidos
Em puro enlevo
Do clímax mais profundo.
Assim somos nós em loucos devaneios
Buscando o Nirvana nas mais insanas fantasias.
Explodindo em nós
No universo de desejos
Tudo o que ousamos... tudo o que queremos,
nos damos.
É deste jeito que nos amamos!




Autoria: Lavínia Andrill
Imagem: Internet
Arquivo: Casal 048

quarta-feira, 24 de julho de 2013

CANÇÃO Nº 016 - LA DECADENSE



MÚSICA PARA OUVIR... AMANDO...

Serge Gainsbourg foi compositor, cantor, ator e cineasta, nas décadas de 60, 70. Era viciado em cigarros, álcool, mulheres e poesias com temas polêmicos para a época. Foi casado com Brigitte Bardot e depois com a Jane Birkin, atriz, também, polêmica por fazer cenas de nudez em filmes da época e muito mais jovem que o Serge. 


CANÇÃO Nº 015 - A SONG 4 HATE & DEVOTION




Ordo Rosarius Equilibrio é um grupo de Estocolmo, Suécia, cujo som costuma ser classificado como neofolk ou apocalíptico. São composições consideradas sombrias, pois falam de guerra, artes literárias, símbolos religiosos, sexo, etc.
Suas músicas servem de inspiração para as pessoas do universo BDSM, o que, neste vídeo, é evidenciado pelo semblante de submissão da sua companheira.
São canções para quem tem coração forte.

POEMA Nº 025 - DOMADOR



OH! VINDE A MIM, PRENDA MINHA!
AQUI, ENCONTRARÁS TEU DESCANSO...
SE VIERES CANSADO, 
ENCONTRARÁS REPOUSO EM MEU REGAÇO...
E SE VIERES DISPOSTO, 
TE OFEREÇO MEUS PRADOS
E LOUCO, GALOPARÁS NAS ESTRADAS DO MEU CORPO...
MEU CORPO É UMA FLORESTA DE ENCANTOS E ARMADILHAS...
SONHARÁS COM MEU FRESCOR
E ARDIRÁS NA CHAMA DA MINHA CRATERA ARDENTE,
PRENHA DE DESEJOS.
SUGARÁS EM CADA FLOR O MEU NÉCTAR
E ELE TE RENOVARÁ A VIDA!
VAGARÁS SEM ERMO POR MEUS PEQUENOS MONTES
E ALUCINADO DE PAIXÃO
EMBRENHA-TE-Á NO SEIO DA MINHA FLORESTA
E TE PERDERÁS DE AMOR...
VINDE A MIM. MAS VINDE DISPOSTO.
TRAZEI O VIGOR DAS TUAS CARNES
E QUE OS TEUS FORTES BRAÇOS
ME ACORRENTEM E ME DOMEM
COMO SE EU FOSSE UM CAVALO BRAVIO
DERRUBADO,
VENCIDO,
ENTREGUE
AO MEU DOMADOR!



Autoria: Lavínia Andrill
Imagens: Internet
Arquivo: Sub 16

POEMA 024 - AMO-TE


Amo-te, num amor consciente
Embora insano.
Amo-te, numa paixão delirante
Num querer profano
Que meus olhos buscam
Meus lábios chamam
E a mente não nega
Por que o corpo reclama
Exigindo o teu
Numa doce entrega!
Amo-te, embora não poderia
Neste querer que sufoca
Nesta paixão, noite e dia
Amo-te, por que me seduziste!
Amo-te, é o que importa!


Autora: Lavínia Andrill
Imagem: Internet
Arquivo: Casal 28

CANÇÃO Nº 014 - PALVRAS AO VENTO


Ando por aí querendo te encontrar
Em cada esquina paro em cada  olhar. 
Deixo a tristeza e trago a esperança no lugar.
Que o nosso amor pra sempre viva. 
Minha dádiva.
Quero poder jurar que esta paixão jamais será palavras apenas
Palavras pequenas 
palavras, Palavras
Palavras, palavras...

POEMA Nº 023 - AMO AS PALAVRAS - I


Amo as palavras!
Venero-as idolatricamente!
As palavras me levam à dimensão do infinito
À magia da pura expressão de um pensamento
Que nasce no abismo profundo de uma mente
E quer se abortar para o mundo!
Amo as palavras!
Busco-as, incansavelmente,
Com a sofreguidão dos loucos
Que se fazem deuses, reis, imortais,
Anjos selváticos, seres anelantes,
Desbravando os recônditos da alma!
Amo as palavras!
Persigo-as, implacavelmente,
Num jogo idiossincrático que me faz livre
Muito além do que me é permitido
E me joga nos braços voláteis da insanidade!
Amo as palavras!
Vivo-as, sinto-as,
Por que sou aprendiz de poeta!


Autoria: Lavínia Andrill
Imagem: Internet
Arquivo: Diversos 009

POEMA Nº 022 - ESTAÇÕES DO AMAR


Amar você é sentir-me pura como uma CRIANÇA
por que o amor que a ti dedico
tem a pureza de uma alma
que acabou de chegar
do infinito... 
Amar você é sentir-me ADOLESCENTE
por que o amor que a ti dedico
tem o encanto das descobertas
que embriaga a alma
desperta para o amor pueril. 
Amar você é sentir-me JOVEM
por que o amor que a ti dedico
é repleto de sonhos e devaneios,
de desejos impetuosos e entregas
inconsequentes... 
Amar você é sentir-me MADURA
por que o amor que a ti dedico
tem a exata dimensão dos quereres
de quem já sabe o que quer
e busca por este querer,
transcender obstáculos
e fazer valer este amor. 
Amar você é sentir-me VIVA
por que o amor que a ti dedico
traz-me de volta
a graça e a alegria de ser criança
os encantos e arroubos da juventude
o equilíbrio e a fortaleza da maturidade. 
Amar você é sentir-me POETISA
por que o amor que a ti dedico
Leva-me a percorrer pelas letras
Em busca do verso perfeito
Que traduza para ti
Os sentimentos da minha alma.
Amar você é sentir-me outra vez MULHER
por que o amor que a ti dedico
Faz-me delirar de prazer
Apenas ao imaginar
O que me proporcionas
Quando o meu corpo possuis... 
Amar você é sentir-me DEUSA
por que o amor que a ti dedico
me transporta aos céus
e tanto me fortalecem
que me sinto 
parte de DEUS...




Autoria: Lavínia Andrill
Imagem: Internet
Arquivo: Casal 18

CANÇÃO Nº 013 - ELA E EU



ELA E EU

Há flores de cores concentradas
Ondas queimam rochas com o seu sal
Vibrações do sol no pó da estrada
Muita coisa, quase nada,
Cataclismas, carnaval.
Há muitos planetas habitados
E o vazio da imensidão do céu
Bem e mal e boca e mel
E essa voz que Deus me deu
Mas nada é igual a ela e eu.
Lágrimas encharcam minha cara
Vivo a força rara desta dor
Clara como o sol que tudo anima
Como a própria perfeição da rima para o amor
Outro homem poderá banhar-se
Na luz que com esta mulher cresceu
Neste momento que nasce
Muito tempo que morreu
Mas nada é igual a ela e eu.

Compositor: Caetano Veloso, em 1978