quarta-feira, 4 de setembro de 2013

POEMA Nº 084 - GOTAS DE ESPERA


Por que aprendi a dançar na chuva de gotas de esperas na curva torta de um caminho sem fim por onde se alongaram os meus olhos baços e vazios cansados de espreitar teu vulto que se diluiu no horizonte de mim.


Autoria: Lavínia Andrill
Imagem: Internet
Arquivo: Mulheres 120

Um comentário:

  1. As esperas é o que há de melhor nas questões do coração... fazem a gente desejar ainda mais o ser amado. Belo poemeto!

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante para mim! Obrigada por comentar!