quinta-feira, 22 de agosto de 2013

POEMA Nº 072 - MEUS SEGREDOS SÃO TODOS TEUS

Esta tua voz, tão doce e tão lúbrica,
Derrama pétalas em meus ouvidos
Sussura-me obscenidades
Que me arrepiam a pele
E me faz melíflua aos teus carinhos...
Estas tuas mãos inquietas, 
Ágeis, ousadas, decididas,
Desbravam caminhos
Já percorridos pela tua luxúria.
Caminhos meus...
Tão teus...
Esta tua lubricidade acende desejos inconfessos
No mais recôndito dos meus segredos
Que tão bem já conheces!
Conheces todos os meus segredos,
Dados a ti, um a um... 
Conhece-os!
Pois que, de guardião deles eu te fiz
Guardião dos meus segredos!
Despe-me a alma
Que se desnuda aos pés dos teus caprichos
Mais divinos e mais sombris,
E me fazem escrava de ti, 
Em delícias sem fim!
DOM absoluto! 
De mim!

Autoria: Lavínia Andrill
Imagem: Internet
Arquivo: SUB 24

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para mim! Obrigada por comentar!