quinta-feira, 22 de agosto de 2013

POEMA Nº 070 - PAIXÃO DELIRANTE QUE ABRAÇA MINHA ALMA

Lembranças
De um amor que abraça todo o meu ser!
Paixão delirante, doce enlevo que inebria minha alma,
E aprisiona o meu corpo no mais puro prazer!
Delírios vividos em teus braços 
Quando te amei.
O meu olhar absorto se perde na linha
De um horizonte que deixei pra trás
Ficando por lá a razão do meu sonhar.
Saudade de um riso leve que tanto me encantou.
Levo em minha alma e em meu coração
Este grito preso que não posso abortar
Pois é secreto este meu amar.
Amor que mata e enlouquece...
Estou longe dos teus carinhos...
Vivo num misto de prazer e dor, tristeza e alegria!
Em doce loucura, fez-se minha lucidez.
Desejar o que está longe me faz sofrer.
Você...
Razão desta minha insensatez.


Autoria: Lavínia Andrill
Imagem: Internet
Arquivo: Fantasia 3

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para mim! Obrigada por comentar!