quarta-feira, 14 de agosto de 2013

POEMA Nº 050 - AMANTES SEPARADOS


Meu coração chora ao escutar uma melodia
Que fala de amantes separados...
Que fala da dor de se ter longe
Quem queríamos que estivesse perto

Que fala da saudade dolorida
De não se ter quem nunca teve...
Da incapacidade de ter no agora... No presente
E na impaciência de um futuro,
Sabe-se lá, quando...

Chora o meu coração... Choram os meus olhos
Que embaçados buscam por algumas palavras...
Algumas, que sejam apenas,
Conforto para uma alma
Que não tem para si
Quem tanto deseja

Choram os meus poros
Derramando-se em suores
Guardados inutilmente para se misturarem aos teus

Não chora a minha pele
Pois seca ficou á espera da tua
E murcha enrugou-se
Pela ausência crua
Da tua presença

Mas chora o meu eu
Desesperado, errante
Perdido no caminho
Que esta paixão delirante
O condenou.


Autoria: Lavínia Andrill
Imagem: Internet
Arquivo: Casal 059


Um comentário:

  1. amantes, separados deve ser amantes que não se separam, mesmo separados

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante para mim! Obrigada por comentar!