quinta-feira, 15 de agosto de 2013

POEMA Nº 052 - CATADORA DE PALAVRAS, SENTIDOS, SABORES E ENCANTOS...

Vivo de catar palavras
E pregá-las em morfemas de contas multicores
Penduradas em desalinho em voltas do inusitado...
Vivo de catar sensações
Escondidas nas exuberâncias de verbos e substantivos
Com sabores de alfenins e cheiros de corpos suados
Embebidos da mais pura lubricidade!
Vivo de catar encantos
Seduções e
Alvíssaras
Em axiomas de gozos e alumbramentos
Paridos das entranhas de cronópios em desvarios!
Vivo de catar sentimentos, comê-los, regurgitá-los...
Despertando os sentidos mais recônditos do meu ser
Vicejando em pura simbiose de alma e carnalidade!




Autoria: Lavínia Andrill
Imagem: Internet


Um comentário:

  1. Palavras... sentidos... sabores e encantos... o que dizer? Apenas ler e se deliciar.

    Parabéns, bela poetisa! Sou seu fã!

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante para mim! Obrigada por comentar!